[1] A primeira coisa que você precisa saber pra construir um planejamento eficiente

10/03/2022

Por Eliza Granadeiro

Planejamento. Palavra grande, meio pomposa. Pode até fazer a gente dar uma enrolada na língua na hora de falar.

Planejamento de carreira artística então é dessas palavras que quando a gente coloca na mesma frase, faz com que falemos devagar pra pronunciar todas as letras, obriga a gente a endireitar a coluna, falar firme.

Não sei bem se é por causa da palavra em si ou porque planejamento não é assim um assunto do dia a dia (é aquela coisa né, planejamento de carreira não é um tema que está em toda conversa de bar, que está passando no noticiário), mas quando surge, especialmente nos finais de ano, o assunto de montar planejamentos, pensamos que se trata de um bicho de outro mundo.

Ou seja, essa história de planejamento parece uma coisa complexa de fazer, que envolve todo tipo de planilha com 30 variáveis, gráficos, fórmulas e tudo o mais.

É, o planejamento da sua carreira pode ser assim. Mas, ele não precisa ser e, de verdade, eu acho (e tenho provado de acordo com a minha experiência de consultora) que quanto mais simples, mais compreensível for o seu planejamento, mais eficiente ele vai ser.

Ou seja, se a teoria (a construção) for boa e simples, vai ser muito mais tranquilo de colocar as ideias em prática.

Está aí, inclusive, uma das coisas que norteiam o meu trabalho: eu procuro simplificar tudo pra deixar o mais claro possível. Simplicidade gera clareza. E clareza traz leveza pra vida.

Pronto, o primeiro passo pra você criar o planejamento da sua carreira artística é esse:

simplifique a montagem.

Você não precisa ficar caçando modelos pela internet afora. Faça do jeito mais simples possível:

  1. abra um arquivo word no seu computador (ou separe algumas folhas de um caderno).
  2. escreva Planejamento Carreira 2022.

E é isso. Absurdamente simples.

Os próximos passos, eu te conto nos artigos seguintes, beleza?


OBS.: Planejamento só é planejamento se for escrito em algum lugar. Ou seja, a regra fundamental é: você precisa escrever um planejamento em algum suporte. Ele não pode, jamais-na-face-da-terra, ficar apenas na sua cabeça.